Papa de Hemácias ou Concentrado de Hemácias

As hemácias ajudam a restaurar a capacidade de transporte de oxigênio do receptor, expandido menos o volume sangüíneo do que a transfusão de sangue total. As hemácias são utilizadas para tratar a anemias de pacientes nomovolêmicos ou a anemia que não pode ser tratada farmacologicamente.
A papa de hemácias são preparadas a partir de uma unidade de sangue total fresco ou sangue total. Para preparar esse hemoderivado, o plasma é retirado da unidade de sangue total. 
O hematócrito da bolsa varia de 60-80%.
Para preparar esse hemoderivado, o plasma é retirado da unidade de sangue total e as células que permanecem na bolsa são chamadas de hemácias. Esse processo pode ser acelerado por meio de centrifugação ou as hemácias podem ser deixadas sedimentando em uma uindade se sangue total mantido em repouso. ACD, CPD e CP2D proporcionam uma validade de 21 dias entre 1 e 6 °C. O CPDA-1 proporciona uma validade de 35 dias.
As soluções aditivas de hemácias prolongarão a validade de uma unidade de hemácias por 42 dias entre 1 e 6 °C. As soluções aditivas de hemácias devem ser misturadas com as hemácias em até 72h após a flebotomia.
Indicações:
Indicado para anemias crônicas normovolêmicas (pacientes com insuficiência renal crônica, cardiopatas, hemoparasitoses, anemias hemolíticas, neoplasias, hepatopatias, dentre outras patologias).
Antes de sua administração, deve-se diluir a bolsa do concentrado de hemácias com solução fisiológica a 0,9% na seguinte proporção: 10 mL de NaCl a 0,9% para cada 30 a 40 mL de concentrado. 
Não é necessário submeter à bolsa ao banho-maria para aquecimento antes de sua administração.
Velocidade de administração: 
0,25 mL/kg/ 1ª meia hora (monitorar reação transfusional).
10 a 20 mL/kg/h nas demais horas em pacientes normovolêmicos.
2 a 4 mL/kg/h nas demais horas em pacientes nefropatas ou cardiopatas.
Utiliza-se a proporção de 10 mL/Kg para elevar em 10% o hematócrito.
Tempo de administração: até 4 horas.

Desenvolvido por Fênix Sites |