Plasma fresco congelado

O plasma fresco congelado ( PFC) contém todos os fatores de coagulação, inclusive os fatores instáveis V e VIII. É fonte de proteínas plasmáticas e expansor de volume. O plasma fresco congelado é utilizado para o tratamento de pacientes para todos os tipos de deficiência de fatores de coagulação. A associação de plasma fresco congelado e hemácias proporcionam a maior parte dos benefícios do sangue total fresco.
O Plasma fresco congelado é preparado a partir de uma unidade de sangue total fresco. O plasma é separado das hemácias por meio de centrifugação e depois extraído. A seguir, é congelado completamente a -18°C ou a temperaturas inferiores.
O congelamento completo do plasma deve acontecer em até 8h após a flebotomia se o anticoagulante-conservante for o CPD, CP2D ou CPDA-1. Se for utilizado o ACD, a separação e o congelamento têm de acontecer em até 6h após a flebotomia. Uma vez congelado, esse hemoderivado tem validade de um ano a partir da data original da flebotomia.
Indicações:
Este contém todos os fatores de coagulação, é fonte de proteínas plasmáticas e expansor de volume na ausência de colóide sintético.
Indicado no tratamento de: coagulopatias (hereditárias, síndromes paraneoplásicas, hepatopatias, pancreatites, CID, intoxicação por varfarina/cumarina = rodenticidas), hipoproteinemias (queimados, perdas hepáticas e renais, parvovirose e cinomose), hipoglobulinemia.
Antes de sua administração, deve-se submetê-lo ao descongelamento em banho-maria com um envoltório plástico para não permitir a entrada de água na bolsa que é porosa.
Utiliza-se a proporção de 10 ml / Kg podendo ser repetido, se necessário.

Desenvolvido por Fênix Sites |