Púrpura Pós-Transfusão

A púrpura pós-transfusão decorre do raro desenvolvimento de anticorpos antiplaquetas. A púrpura pós-tranfusão ocorre mais exclusivamente em cadelas multíparas (raramente em gatos).
Sinais
Petéquias, púrpura e equimose se seguem ai declínio abrupto na contagem de plaquetas aproximadamente uma semana após a transfusão. Os anticorpos destroem tanta as plaquetas transfundidas quanto as nativas.
Precauções/Respostas
• Terapia imunossupressora.
• Se houver risco de morte, Medicina Humana, é indicada a plasmaférese.
O problema é geralmente autolimitante em cães.

Desenvolvido por Fênix Sites |